União de Sindicatos do Porto

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Cresce o apoio dos trabalhadores à Greve Geral de 24 de Novembro

A mobilização e discussão com trabalhadores para a Greve Geral prossegue em reuniões nos locais de trabalho. Nas empresas das mais diversas áreas de actividade do nosso Distrito, houve-se a voz dos trabalhadores, reclamando pela mudança de políticas, pela defesa do aparelho produtivo, pelo emprego com direitos, pelo aumento real dos salários, pela defesa das funções sociais do Estado e pelo cumprimento da Constituição da República Portuguesa.

Num momento particularmente grave da nossa vida colectiva, os trabalhadores têm manifestado toda a sua disponibilidade e empenho para aderir e participar activamente nesta Greve Geral, contribuindo assim desta forma para o seu êxito e para que seja uma grande jornada de luta, de indignação e de protesto, reclamando outra política que assegure um futuro melhor para os trabalhadores e o país.

 

Manifestações de apoio e acções desenvolvidas junto dos trabalhadores:

- Acção da Interjovem junto do Call Center da ZON, para contactos com os trabalhadores.

- Comissão Sindical do Continente/Logística – Porto, aprova moção de apoio à Greve Geral.

- Apoio à Greve Geral manifestado pelos trabalhadores em Plenários na Fundinio – Matosinhos, STA – Maia, J. Silva Moreira – Marco de Canavezes, Jaime da Costa – Gaia, Manitowoc – Paredes e Gondomar, G E Power – Gaia, Docapesca – Matosinhos, Reprower – Maia, MBO Binder – Matosinhos, Auto-Sueco – Maia e V. N. de Gaia e Antalis – V. N. de Gaia.

- Plenário Dirigentes, Delegados, Membros de Comissões de Trabalhadores e Activistas do Distrito do Porto, aprovam moção de apoio à Greve Geral.

- Plenário de Reformados, promovido pela Inter-Reformados do Porto, aprova a sua participação na dinamização da Greve Geral.

 

 Pel’O Dep.Informação da USP/CGTP-IN

Porto, 15/11/2010